Notícias
Voltar
Figo e a transferência polêmica
Português deixou o Barcelona para ir ao Real Madrid

Não é de hoje que no futebol europeu acontecem transferências de grandes estrelas a preços astronômicos, e no ano 2000, umas destas deu muito o que falar. Luís Figo, na altura ídolo e destaque do Barcelona, rumou ao grande rival Real Madrid por uma fortuna inédita até então.

O dia 24 de julho de 2000 ficará marcado para sempre na história da rivalidade entre catalães e madrilenhos. Foi neste dia que os 60 milhões de euros pagos para a contratação do português Figo resultaram não somente na transferência mais cara da história na ocasião, mas também em uma das mais polêmicas.

O atual presidente do Real Madrid era apenas candidato ao cargo no clube em 2000, quando em uma entrevista coletiva garantiu com autoridade: "Se eu for eleito, Figo irá jogar no Real na próxima temporada". Dito e feito! No dia 17 de julho, Florentino Pérez foi confirmado como novo presidente dos merengues e, apenas uma semana depois, anunciou a contratação do astro português.

A notícia não foi bem aceita na Catalunha, e a partir daí nascia o ódio dos torcedores do Barcelona por Luís Figo. Isto ficou evidente no dia 23 de novembro, em clássico disputado no Camp Nou. Além de ter sido alvo de vaias durante toda a partida, Figo protagonizou momento bastante curioso e simbólico. Aos 24 minutos, ao se posicionar para cobrar escanteio, viu uma cabeça de porco, isto mesmo, uma cabeça de porco voar de arquibancada em direção ao gramado. Na Espanha, o objeto representa a traição.

Texto: Felipe Mendonça

Foto: Reprodução







© 2021 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.