17 Regras do Futebol
Nos primórdios, o futebol praticado era bem diferente daquele de hoje em dia. Para se ter uma ideia, os toques com a mão eram permitidos – e por qualquer jogador em campo. Os goleiros não existiam. Nem o passe para frente. As balizas sequer eram delimitados em sua altura. E as Regras do Jogo não eram 17, como hoje, mas apenas 13 – o impedimento, o árbitro, o tempo e o pênalti foram introduzidos somente nos anos seguintes. Porém, por mais que tenham mudado - e atualizado - as regras, a essência do jogo pouco mudou.

Segundo Emídio Marques de Mesquita, ex-árbitro e atual instrutor de arbitragem da Fifa, ao contrário do senso comum de que as regras do futebol são estáticas, “o que acontece é que elas mudam com critério, porque o sucesso do futebol está justamente em sua simplicidade.” Assim – e com medo de perder uma popularidade que jamais foi alcançada pelos esportes em constante mutação, como o vôlei ou o basquete –, o futebol prefere não mudar. Ou mudar muito pouco.

Uma mudança interessante, por exemplo, aconteceu em 1891. Até então o pênalti não existia. Ele foi sugerido por um irlandês, chamado William McCrum, e aprovado pela Fifa, depois que o zagueiro Hendry, do Notts County, evitou o gol do empate do Stoke City tirando com a mão uma bola em cima da linha. Era o último minuto da decisão da Copa da Inglaterra daquele ano, e a falta, cobrada a poucos centímetros do gol (como mandava a regra na época), deu em nada: o goleiro do Notts ficou postado na frente da bola e defendeu-a com facilidade. Ficou claro, ali, que alguma coisa tinha que ser feita.

Já um exemplo de uma regra que foi testada e não aprovada foi a cobrança do arremesso lateral com os pés. Ela foi testada (e reprovada) durante o Mundial Sub-17 disputado no Japão em 1993, e até virou regra na Segunda Divisão belga. Mas ninguém ficou a favor. A cobrança dos laterais com os pés praticamente eliminava o desenvolvimento do futebol no meio-de-campo.
1
Campo de jogo

Regras básicas sobre como o campo de futebol deve ser, tamanho, as linhas demarcadas, balizas (o gol) e bandeirola.

2
Bola

É, ela também entra nas regras. Ela deve ser de couro ou outro material aprovado, com peso não superior a 450 g e não inferior a 410 g, e a pressão dela deve ser equivalente a 0,6 – 1,1 atmosfera ao nível do mar.

3
O número de jogadores

O básico, 2 times com 11 jogadores no máximo e no mínimo 7, contando com o goleiro. O máximo de substituições permitidos em um jogo oficial são de 3 jogadores, exceto o goleiro. O jogador substituto só pode entrar em campo, quando o substituído já tiver saído.

4
O equipamento dos jogadores

Os jogadores devem usar o uniforme completo, que consiste em:

  • Camisa de mangas curtas ou compridas
  • Calções
  • Meias Compridas
  • Caneleiras (material adequado)
  • Chuteiras

E as camisas das equipes não podem ser de cores parecidas, por isso todo time tem mais de um uniforme oficial e o uniforme dos goleiros deve ser de uma cor diferente do seu time, para não confundir os jogadores.

A arbitragem deve usar um uniforme de cor diferente também, para que aconteça confusão entre eles e os times.

5
O árbitro

O juiz da partida, que tem autoridade total no jogo. Ele controla a partida junto com mais dois árbitros assistentes (conhecidos como bandeirinhas). Suas decisões são definitivas e somente ele pode mudá-las.

6
Os árbitros assistentes

Os bandeirinhas, eles dão apoio ao juiz, e são responsáveis por indicar:

  • A que time pertence a bola quando ela sai do campo
  • Substituição dos jogadores
  • Infrações ou acidentes fora do campo de visão do árbitro
  • Se o goleiro se adiantar na penalidade máxima (pênalti)
  • O impedimento

Ainda existe mais um quarto árbitro, que é o árbitro reserva, substituto imediato de algum dos árbitros, se este não tiver condições de continuar.

7
Duração da partida

Cada partida deve durar 90 minutos, que são divididos em 2 tempos de 45 minutos que podem ter acréscimos. O intervalo pode durar no máximo 15 minutos.

8
O início e o reinício do jogo

Essa regra serve pra definir que lado do campo os times vão começar e quem vai dar o chute inicial, usando uma moeda.

9
A bola em jogo e fora de jogo

Essa é simples, a bola continua em jogo quando bater na trave ou nas bandeiras de escanteio, ou em um dos árbitros. A bola esta fora de jogo quando ultrapassar as linhas que delimitam o campo ou o jogo tiver sido interrompido.

10
O gol

O mais fácil, gol é quando a bola ultrapassar a linha de fundo entre as traves e por baixo do travessão, não sendo considerado nas exceções previstas nas regras, como o impedimento.

11
Impedimento

Uma das regras mais complicadas para se entender, o impedimento é considerado quando um jogador estiver mais perto da linha de fundo adversária que a bola, sem ter 2 adversários entre ele e a linha de fundo (que normalmente é a defesa do time).

Caso o jogador receba a bola de um tiro de meta, escanteio, um arremesso lateral ou bola ao chão não é considerado impedimento. O arbitro decide se foi impedimento ou não levando em consideração se o jogador não influiu no jogo, perturbou um adversário ou tentou obter vantagem na sua posição.

12
Faltas e conduta irregular

Quando um jogador comete intencionalmente uma das 9 regras seguintes é punido com um tiro livre direto, que e cobrado no locar da falta:

  1. Chutar ou tentar chutar um adversário;
  2. Derrubar ou tentar derrubá-lo, usando a perna ou agachando-se atrás ou à sua frente;
  3. Saltar sobre um adversário;
  4. Atacar violenta ou perigosamente um adversário;
  5. Atacar por trás um adversário que não lhe fez obstrução;
  6. Atingir ou tentar atingir um adversário;
  7. Segurá-lo com a mão ou o braço;
  8. Empurrá-lo;
  9. Carregar, golpear ou arremessar a bola com a mão ou o braço. Se qualquer dessas faltas for cometida por um defensor dentro de sua grande área, será punido com um pênalti.

As 6 faltas seguintes são punidos com tiro livre indireto:

  1. Jogar de forma perigosa (chutar a bola quando ela estiver com o goleiro, por exemplo);
  2. Investir lealmente – isto é, com o ombro – sobre um adversário, quando a bola não estiver à distância de jogo dos envolvidos e estes não intencionam participar da jogada;
  3. Sem tocar na bola, obstruir intencionalmente um adversário, colocando-se como obstáculo entre ele e a bola;
  4. Atacar o goleiro, a menos que ele detenha a bola, obstrua um adversário ou esteja fora da grande área;
  5. Sendo goleiro, dar mais de quatro passos com a bola nas mãos, tocá-la antes de outro jogador depois de tê-la colocado em jogo, ou retardar a partida;
  6. Sendo goleiro, receber a bola atrasada por um companheiro com o pé.

E recebem punição com tiro livre indireto as seguintes faltas:

  1. Infração constantes às regras de jogo;
  2. Reclamação, com palavras ou gestos, a qualquer decisão do árbitro;
  3. Conduta incorreta.

A punição de expulsão é aplicada aos jogadores que:

  1. Se mostrarem, segundo a opinião do árbitro, violentos;
  2. Usarem de linguagem injuriosa ou grosseira;
  3. Persistirem nas infrações após terem sido advertidos;
  4. Derrubaram por trás os adversários que estiverem correndo com a bola na direção do gol;
  5. Evitarem gols eminentes desviando a bola com a mão.
13
Tiro livre

Os tiros livres são os chutes para o gol, podendo ser direto ( podendo chutar diretamente para o gol do outro time) ou indiretos (o gol só vai ser válido se mais um jogados tocar na bola)

Os tiros livres que são cobrados dentro da área do jogador devem ser cobrados com os outros jogadores fora da área de pênalti e o goleiro não pode defender com as mãos.

Caso o tiro livre seja cobrado na sua área de pênalti, os outros jogadores devem estar d 9,15 m de distancia da bola e se encontrarem entre as traves do gol. O jogador que estiver cobrando o tiro direto só pode tocar na bola uma vez, caso toque mais de uma, um tiro indireto é dado ao outro time.

14
O pênalti

Um dos mais emocionantes do futebol, o pênalti é feito quando ocorre uma infração dentro da grande área. O goleiro não pode se adiantar para defende-lo e a bola deve estar a 11 m de distancia do gol.

15
O arremesso lateral

Quando a bola vai para fora da linha do campo, o adversário de quem tocou a bola por último deve colocá-la em jogo novamente do lugar onde ela saiu. O jogador que colocar a bola em campo deve estar com os dois pés sobre a linha lateral ou fora do campo e lançar a bola com as mãos.

16
O Chute de baliza

O tiro de meta é um método de reiniciar a partida que é feito pelo time defensivo quando a bola sair do campo pela linha de fundo (atrás do gol), ela deve ser chutada e podendo fazer um gol. Todos os jogadores do time adversário devem estar fora da grande área.

17
O chute de canto (escanteio)

O escanteio é cobrado quando o time defensor coloca a bola para fora do jogo ultrapassando a linha da baliza, aonde um canto é escolhido para se colocar a bola em jogo novamente. linha de baliza, quer seja rente ao solo ou pelo ar, tocada em último lugar por um jogador da equipa defensora, sem que um golo tenha sido marcado em conformidade com a lei 10.




© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.