Notícias
Voltar
Peça Indispensável
Iniesta foi um dos grandes nomes da Copa do Mundo de 2010 pela campeã Espanha

A Copa do Mundo da África do Sul não teve um super craque, um jogador que tenha se destacado muito, mas teve o conjunto da Espanha, campeã mundial, como um dos grandes atrativos. E a peça principal para que a engrenagem espanhola funcionasse era Andrés Iniesta, um dos grandes nomes também do Tiki Taka implantando por Guardiola no Barcelona.

Iniesta, cujo único time na carreira profissional foi o Barça, fez um pouco de tudo durante o mundial. Atacou, defendeu, organizou e jogou, jogou muito! A Fúria tomou um susto no primeiro jogo, derrota para a Suiça por 1 a 0, mas depois engrenou. Misturou posse de bola, forte defesa e troca de posições constantes. Passou por todos os seus adversários na fase classificatória ganhando apenas de 1 a 0. E foi disputar a final com a Holanda, que havia desclassificado o Brasil.

E lá estava ele, na defesa, no ataque, no meio de campo, nos cantos do campo, onipresente, rodando, passando, distribuindo, incansável. Até que, já na prorrogação, a bola sobrou pra ele, pingando, na frente do gol. Uma bomba para vencer o arqueiro holandês e título para a Espanha. O camisa 6 merecia, não desistiu, se entregou e foi premiado.

Só lembrando que Andrés Iniesta nunca disputou, para azar dele, um PlayFC Paz nas Escolas.

PlayFC, play to be happy

Fred Paredes, redação PlayFC







© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.