CLUBES
Voltar
PSV Eidhoven
(Os Camponeses)
Fundação: 31/08/1913

O PSV Eidhoven nasceu no dia 31 de agosto de 1913, em clima de festa. Sua fundação foi uma forma que os funcionários da empresa Philips encontraram para comemorar o centenário da Independência da Holanda. No início de sua trajetória, o PSV (iniciais de Philips Sports Vereniging) era o clube dos funcionários da companhia. Em 1928, o time ganhou luz própria e sua equipe passou a ser independente da empresa.

Em 1955, quando aconteceu a primeira edição da Taça dos Campeões Europeus (que viria a ser a mítica Uefa Champions League), o PSV foi convidado a disputá-la. Naquela altura, o clube já era campeão holandês e rivalizava diretamente com o Ajax, de Amsterdam, pela simpatia dos torcedores.

Mas foi mesmo a partir de 1970 que as conquistas começaram a aparecer para o time de Eidhoven, tricampeão do Campeonato Holandês em 1975, 1976 e 1978, além da Taça da Uefa em 1978. Figuravam no time os gêmeos Willy e René van de Kerkhof, que brilharam também na seleção holandesa — conhecida como Laranja Mecânica, tal a magnitude de seu futebol.

A partir de 1980, vitaminado pelo investimento feito pela Philips, o PSV iria dominar a Holanda e a Europa. Foram quatro campeonatos nacionais consecutivos entre 1986 e 1989, além da comemorada Copa dos Campeões da Uefa em 1987/88. O time contava com nomes do quilate de Gullit, Koeman, Gerets e o goleiro Hans van Breukelen.

Depois desse título, o PSV ganhou mais corpo e mais torneios, além de craques como Ronaldo, Romário, e os pratas da casa Jaap Stam, Van Nilsteroy, Cocu, Zenden, Van Bommel e Arjen Robben —  que depois foram brilhar em outros grandes times europeus. Por conta de sua história de sucesso e prestígio, o PSV está hoje da mesma forma que estava no ano de sua fundação. Em festa!

Philips Stadion
Door FLX - StadiumDB, CC BY-SA 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=37196388

Quando o PSV foi fundado, em 1913, já existia em sua estrutura um parque desportivo utilizado pelos trabalhadores da fábrica que, posteriormente, transformou-se no campo de futebol da equipe, o Philips Stadion.

Inaugurado com apenas 300 assentos, o estádio sofreria – assim como a maior parte da cidade de Eidhoven – grande destruição durante a Segunda Guerra Mundial.

Desde então, o palco do PSV passou por diversas reformas e hoje possui capacidade para 35 mil pessoas. O recorde de público do estádio foi alcançado em um jogo dos rivais PSV e Ajax em 2005, quando 34.700 lugares foram ocupados.





© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.