CLUBES
Voltar
Atlético Mineiro
(Galo)
Fundação: 25/03/1908
Galo forte e vingador!

Foi no coreto do Parque Municipal, em Belo Horizonte, que um grupo de estudantes se reuniu para fundar um time de futebol. Era 25 de março de 1908, e nascia ali o Clube Atlético Mineiro.

Uma das medidas tomadas pela diretoria do novo clube foi a troca da bola de meia pela bola de couro, o que tornou o Atlético o primeiro time mineiro a fazer tal escolha. Em 1914, o time foi o grande vencedor do primeiro torneio de futebol estadual realizado em Minas Gerais, a taça Bueno Brandão.

Em pouco tempo, o Atlético contava com uma torcida numerosa e apaixonada. Em 1930, quando o atacante Mário de Castro foi convocado para a Seleção Brasileira ― o primeiro jogador fora do eixo Rio - São Paulo a ser escalado ― ele recusou o convite. Alegou que não vestiria nenhuma camisa que não fosse a alvinegra, com a qual marcou 195 gols em apenas 100 jogos.

A valentia do Atlético inspirou o cartunista Fernando Pieruccetti a publicar, no extinto jornal Folha de Minas, charges que criaram o mascote Galo. Em 1945, ele desenhou um galo carijó, famoso galo de briga que nunca se entrega e luta até morrer, como representante do Atlético Mineiro.

Entre muitas conquistas, o alvinegro de Minas recebeu, em 1950, o inusitado título de Campeão do Gelo. A façanha, celebrada no hino do clube, foi realizada em uma excursão pela Europa, em que o Galo jogou debaixo de neve a maioria das partidas. Ao todo, foram 10 jogos, que renderam ao time seis vitórias, dois empates e apenas duas derrotas. Um entre tantos feitos na história de pioneirismo e glórias do Galo!

Estádio Independência
Por Higor Douglas - Obra do próprio, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=22801383

A falta de um estádio próprio nunca impediu que os torcedores do Galo fizessem história nas arquibancadas que lotam para celebrar os jogos do Atlético. São incontáveis as conquistas no estádio Governador Magalhães Pinto, mais conhecido como Mineirão, e no Independência, estádio do América Mineiro que se tornou a casa do Galo.

Menor do que o Mineirão e, portanto, com muito mais pressão para o adversário, o Independência fica no bairro do Horto, em Belo Horizonte. Para demonstrar o que vão encontrar os times que jogam por lá, os alvinegros cunharam a expressão “caiu no Horto, tá morto!”.

Além da pressão da torcida no Horto, o Galo tem outra carta bastante forte na manga: seu centro de treinamento. A Cidade do Galo é reconhecida, até pelos adversários, como um dos melhores centros de treinamento nacionais. Já abrigou seleções brasileiras e de outros países. Sua fama ultrapassa a excelência do departamento de futebol: o centro é ecologicamente correto e tem a marca de ter sido o primeiro do Brasil a instalar um sistema de energia à base de aquecimento solar e gás natural.





© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.