CLUBES
Voltar
Independiente
(Diablo Rojo)
Fundação: 01/01/1905

“Nós temos que ter um clube independente!”. Com essa frase, que recebeu como resposta um entusiasmado “Aí está o nome: Independiente! Nos chamaremos Independiente!”, surgiu o Club Atlético Independiente. A conversa, que aconteceu em 4 de agosto de 1904, reunia jovens amigos que trabalhavam como vendedores e aprendizes em uma grande loja de departamentos de Buenos Aires.

Excluídos do time da loja, que optou pelos jogadores mais velhos, os jovens decidiram criar um clube próprio. Alguns sugeriram que o time se juntasse ao já existente Atlanta Athletic Club, mas a reação foi imediata. A ideia era mesmo formar um time independente. A primeira assembleia, realizada em 1º de janeiro de 1905, na casa de Daniel Bevilacqua, marca a data oficial de fundação do clube.

Em pouco tempo, o time já se destacaria nacionalmente. Em 1912, o Independiente subiu para a primeira divisão do futebol argentino, de onde não saiu por mais de cem anos. Junto com o Boca Junior, o River Plate, o San Lorenzo e o Racing, é considerado um dos cinco grandes do futebol argentino.

Com uma torcida apaixonada e uma coleção de conquistas nacionais e internacionais, o Independiente tem como principal rival o vizinho Racing Club. Os dois clubes, cujos estádios ficam a menos de 300 metros de distância, fazem o Clássico da Avellaneda. Rojo, Diablo, Orgullo Nacional, Diablo Rojo. São muitos os apelidos que identificam esse time, que guarda de seus fundadores a alegria, o entusiasmo e a rebeldia da juventude.

Palco
De AlexRojo93 - Trabalho própio, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=33709492

O primeiro campo do Independiente foi no bairro de Flores, em Buenos Aires, perto de onde hoje está o estádio do Argentino Juniors. A partida de estreia aconteceu no dia 19 de março de 1905, contra o Club Almirante Togo. O time usaria ainda quatro campos em Buenos Aires antes de se mudar para Avellaneda, nas imediações da capital argentina.

Em 1907, os dirigentes do clube encontraram um campo em Avellaneda, a “cancha de Manuel Ocantos”, onde o Independiente jogou até 1911 ― ano em que o clube mudou novamente de endereço. Para receber sua crescente torcida, o Rojo passou a jogar em um novo campo, maior e mais confortável. Em 1923, um incêndio destruiria as arquibancadas de madeira, que foram prontamente reconstruídas. Mas o fato acabou por impulsionar o time a buscar uma nova ― e ainda maior ― estrutura.

Em 1925, o Independiente adquiriu o terreno onde construiria o primeiro estádio de concreto da América Latina. Além de grandes conquistas do Diablo Rojo, o estádio foi o único argentino onde jogaram profissionalmente Diego Maradona, Alfredo Di Stéfano, Pelé, Franz Beckenbauer e Johan Cruyff.

Apelidado de “Doble Visera”, o estádio passaria a se chamar “Libertadores de América” em 2005, depois de uma pesquisa que o time realizou com seus torcedores no site do clube para a escolha de um nome oficial para o estádio. Um ano depois de ganhar o nome, o estádio foi demolido para dar lugar ao novo Estádio Libertadores da América, que tem capacidade para 48 mil espectadores.





© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.