CLUBES
Voltar
Vila Nova
(Tigre, Tigrão)
Fundação: 29/07/1943
O maior do Centro-Oeste!

A criação do Vila Nova Futebol Clube aconteceu em julho de 1943, mas a história do time começou cinco anos antes disso. Foi em 1938 que o padre José Balestiere decidiu criar um clube em Goiânia para unir as comunidades católicas da região. A nova agremiação recebeu o nome de Associação Mariana.

O clube amador se transformaria no Vila Nova quando um grupo de amigos que integrava a Associação decidiu profissionalizar seu futebol. O novo time seria o representante do bairro da Vila Nova, onde todos moravam. Ficou registrado que a cerimônia de fundação do clube foi anunciada pelo coronel Francisco Ferraz Lima, abençoada com a água benta do padre Balestiere e com as palavras de Gercina Borges, conhecida na região como a mãe dos pobres.

O primeiro título foi conquistado em 1961, quando o Vila Nova venceu o Torneio Octogonal Goiânia/Anápolis. Naquele mesmo ano, o time conquistaria a Taça Cidade Goiânia e o Campeonato Goiano. As vitórias cresceram junto com a torcida do clube, que se tornou numerosa (uma das maiores de Goiânia), além de fiel e apaixonada pelo time.

O tigre, mascote do Vila Nova, virou tigrão para se tornar o apelido do clube, que se transformaria, ao longo das décadas, um dos maiores times do Centro-Oeste do Brasil. Além de torneios e taças regionais e estaduais, o Vila Nova jogou, em 1977, na Série A do Brasileiro, divisão da qual participaria nos anos 1980 também. Em 1996, conquistou, de forma invicta, a Série C do Campeonato Brasileiro, torneio que ganharia novamente em 2015. Em 1999, classificou-se para a Copa Conmebol.

“Salve o Vila Nova, orgulho da nossa região”, canta o hino do clube. “O Vila Nova não pode parar. O Tigre da vila famosa tem que triunfar”.

palco
Fonte: Site do Vila Nova (www.vilanovafc.com.br)

O Vila Nova construiu sua casa própria em um período de muitas conquistas e alegrias para o clube. O Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, conhecido como OBA, abriu as portas em 1980, ano em que o time se sagrou tetracampeão estadual. O nome escolhido homenageia um personagem fundamental na história do time. Além de ter sido jogador do Vila Nova, Onésio foi dirigente do clube e um dos maiores responsáveis pela profissionalização de seu futebol.

Com capacidade atual para 8 mil pessoas, o estádio foi inaugurado com uma partida entre Vila Nova e Internacional, que terminou empatada em 2 a 2. O jogo marcou também o recorde de público da casa: 15 mil pessoas foram celebrar a inauguração do novo palco do futebol em Goiânia.

Para partidas com grande público, o Vila Nova também manda seus jogos no Estádio Serra Dourada. Mas a casa do tigrão promete aumentar sua capacidade para abrigar toda a torcida vilanovense.





© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.