CLUBES
Voltar
ABC
(Alvinegro Potiguar, O Mais Querido)
Fundação: 29/06/1915

O ABC foi o primeiro clube de futebol do Rio Grande do Norte. No início do século 20, Natal ainda era uma cidade pequena, com cerca de 27 mil habitantes, quando um grupo de jovens se reuniu no casarão do coronel Avelino Alves Freire, presidente da Associação Comercial do Rio Grande do Norte, para fundar um time de futebol.

O encontro foi na tarde do dia 29 de junho de 1915. José Potiguar Pinheiro sugeriu o nome ABC Futebol Clube, em homenagem ao Pacto do ABC, acordo assinado em maio daquele ano por Argentina, Brasil e Chile (cujas iniciais resultam em ABC), para a manutenção da paz na América do Sul. A ideia foi prontamente aprovada.

O primeiro jogo do novo time seria em setembro de 1915, contra o hoje extinto (e então recém-criado) Natal Esporte Clube. O placar final não deixou dúvidas da força dos abcedistas: 13 a 1 para os jovens do ABC.

Em pouco tempo, o time ganhou uma legião de torcedores apaixonados e fiéis ao alvinegro. “Numa cidade chamada Natal existe um povo chamado ABC”, afirmaria o grande historiador potiguar Câmara Cascudo, profundo conhecedor da cultura brasileira.

Entre 1932 e 1941, o alvinegro foi decacampeão potiguar, marca nunca alcançada por outro time do estado e só registrada no Brasil pelo América de Minas Gerais. Em 1959, ano da realização da primeira edição da Taça Brasil, o ABC foi o primeiro clube a representar o Rio Grande do Norte em uma competição nacional ― torneio do qual participaria outras seis vezes, até 1968, quando o campeonato deixou de existir.

Em 2008, uma lei municipal sancionada em Natal determinou que o dia 29 de junho é o “Dia do ABC Futebol Clube”.  Uma data para comemorar e relembrar as incontáveis alegrias do primeiro clube de futebol potiguar.

palco
Site oficial do ABC (http://abcfc.com.br/historia/frasqueirao)

Tem o nome de Maria Lamas Faranche o estádio do ABC Futebol Clube. Esposa de Vicente Faranche (que nomeia o complexo esportivo onde o estádio se localiza), Maria Lamas foi, junto com o marido, fundamental para a história do clube. Apaixonados pelo ABC, os dois sustentaram o clube por quase 15 anos, entre 1935 a 1949, ano da morte de Maria. Entre suas muitas contribuições ao alvinegro, Vicente foi o diretor técnico do time na conquista do decacampeonato potiguar (1932-1941).

A casa do ABC, que fica na Rota do Sol, abriu suas portas em 22 de janeiro de 2006, com o apelido de Frasqueirão. Moderno, o estádio comporta 18 mil pessoas e foi inaugurado com um jogo contra o Alecrim, que terminou em 1 a 1.

Antes de jogar em um estádio próprio, o ABC desfilou seu futebol no Estádio Juvenal Lamartine, o JL, que tinha capacidade para cerca de 5 mil pessoa. O palco foi fundado em 12 de outubro de 1928, com uma partida entre o ABC e o paraibano Cabo Branco, que o alvinegro potiguar venceu por 5 a 2.

O clube jogou por décadas no JL, até a inauguração do estádio João Machado, conhecido como Machadão, em 1972. Novamente, o ABC participou do jogo de abertura do novo estádio, vencendo o América por 1 a 0.

É do ABC também o recorde de público do Machadão, em 29 de novembro de 1972, quando o alvinegro potiguar enfrentou o Santos pelo Campeonato Brasileiro. Os locais perderam por 2 a 0, mas nada que desanimasse as 56.320 pessoas que assistiram à partida. O Machadão foi demolido, em 2011, para dar lugar à Arena das Dunas, que recebeu a Copa do Mundo de 2014 em Natal.

)





© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.