CLUBES
Voltar
Trujillanos
(Los Guerreros de la Montana)
Fundação: 25/08/1981

É recente a história do Trujillanos. Fundado em agosto de 1981, o time disputou durante oito anos a segunda divisão do campeonato venezuelano. Na temporada 1989-90, levantou o caneco e foi coroado com o acesso à primeira divisão. Em 1992, conquistou seu primeiro título importante: a Copa da Venezuela, batendo o Caracas por 3 a 2. A arrancada do clube começava aí, visando outros títulos e competições mais importantes. Na temporada 1993-94, alcançou o vice-campeonato venezuelano, assim como uma vaga para a Taça Libertadores da América. Lá ia o caçula disputar sua primeira competição internacional.

A pequena cidade de Valera, no estado de Trujillo, estava em polvorosa com a participação do time no torneio. O único pontinho conquistado, no entanto, foi em um empate contra o Olimpia do Paraguai, em casa. Depois da empolgação sempre vem a realidade, e a temporada 1998-99 foi na segunda. Mas apenas duas temporadas depois, o Trujillanos já disputava novamente a Libertadores.

O time continuou se classificando para competições internacionais, como a Copa Sul-Americana de 2005, mas sem conseguir êxito contra adversários já experientes nessas competições. Perdeu no agregado para o Atlético Nacional de Medellin por 7 a 1 e, depois disso, o Trujillanos atravessou um período bastante complicado, com crises desportivas no clube e a queda para a segunda divisão em 2007-2008.

No retorno à primeira divisão, o Trujillanos passou a ser acompanhado por um público que lota quase todos os jogos da equipe. Em 2009, foi vice-campeão da Copa da Venezuela e teve vaga garantida para a Sul-Americana de 2010. O time manteve a base para as disputas dos torneios e descobriu que as categorias inferiores podem render bons frutos.

Em 2013, uma nova diretoria assumiu o clube, com um moderno modelo de gestão, que visa levar ao clube mais investimentos, mais jogadores, mais fortalecimento às categorias de base e mais patrocinadores. A intenção da nova diretoria é, acima de tudo, fazer do Trujillanos um campeão na Venezuela e um time jovem que incomode nas competições internacionais.

palco
De 9leoramirez - Trabalho próprio, CC BY-SA 4.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=47063972

O Estádio José Alberto Perez foi inaugurado em 1976, para abrigar as competições de atletismo da cidade de Valera. Propriedade do Instituto Nacional de Deportes da Venezuela, o estádio é a casa do Trujillanos. O palco ganhou, inclusive, o sugestivo apelido de “O cemitério dos grandes”, por conta do alçapão em que se transforma nos jogos do time.

Quando foi fundado, o estádio acomodava 14 mil espectadores, mas depois de uma grande reforma realizada 2005 (ano em que o estádio recebeu os Jogos Nacionais Esportivos dos Andes), passou a abrigar 25 mil pessoas. Para competições internacionais, no entanto, o número máximo de ingressos não é vendido por questões de segurança.

O estádio possui importância vital para a cidade, pois sempre abrigou todas as competições de atletismo, esporte muito praticado na Venezuela. Agora, Valera também respira futebol, principalmente quando jogam os Guerreiros do Vale, apelido do time que fica encravado no meio das montanhas e faz da vida dos adversários um verdadeiro tormento.





© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.