CLUBES
Voltar
Deportivo Táchira
(Carrossel Aurinegro)
Fundação: 11/01/1974
A equipe que nasceu grande

Todos sabiam da paixão que o imigrante italiano Gaetano Grego nutria pelo futebol. Sentimento antigo, trazido junto com as melhores recordações de sua terra natal, o esporte teria de fazer parte da vida da comunidade que o acolhera na Venezuela, na cidade de San Cristóbal, capital do estado de Táchira. Pensando nisso, Grego montou, em 1970, um time de futebol amador, cujo nome homenageava sua equipe de Turim: chamava-se Juventus de San Cristóbal, e ganhou muitos torneios locais.

Poucos anos depois da fundação do time, Grego vislumbrou a possibilidade de ir mais longe. Por que não criar um clube de futebol profissional, usando como base os bons jogadores do time amador? Foi dessa ideia que nasceu o Deportivo San Cristóbal, em 11 de janeiro de 1974. Reunidos em um restaurante no centro da cidade, Grego e outros 15 entusiastas fundaram o Deportivo San Cristóbal, clube que representaria o estado de Táchira no futebol nacional.

O primeiro campeonato seria disputado em março de 1975: a Copa Venezuela, na qual o recém-criado time bateu um dos mais importantes clubes da época, a Portuguesa F.C, e terminou vice-campeão. Além de partidas e bons jogadores, o time foi somando prestígio entre a torcida local e, em pouco tempo, passou a representar inúmeros povoados e municípios tachirenses. Foi por esse motivo que o clube mudaria seu nome, em 1978, para Deportivo Táchira.

No ano seguinte à mudança de nome, o time venceu seu primeiro título nacional. A primeira de muitas vitória de um time que, desde sua fundação, nunca deixou de integrar a primeira divisão do Campeonato Venezuelano de Futebol. Em 1980, o Carrossel Aurinegro participou de sua primeira Copa Libertadores da América, tornando-se em alguns anos o time venezuelano com mais participações neste campeonato.

Em 1986, o time se juntou ao Atlético San Cristóbal e seu nome novamente mudou: agora, para Unión Atlético Táchira. Desta vez, no entanto, a alteração não trouxe bons ventos. Entre 1986 e o ano 2000, o time não ganhou torneios importantes (foi vice-campeão nacional quatro vezes) e deixou sua exigente torcida ansiosa por bons resultados. A primeira medida para mudar a situação foi voltar às origens. O nome do clube voltou a ser Deportivo Táchira, e o time voltou a conquistar títulos e glórias.

palco
Johann Cárdenas - Wikipedia

A casa do Deportivo Táchira foi inaugurada exatamente dois anos depois do encontro que Gaetano Grego organizou para criar o novo clube. Enquanto o jantar entre os fundadores ocorreu em 11 de janeiro de 1974, a inauguração do estádio aconteceu em 11 de janeiro de 1976.

Concebido para receber 25 mil pessoas, o estádio precisou de apenas um ano para ficar pronto. Foi batizado como Estádio de Pueblo Nuevo, mas é chamado de “Templo Sagrado” do futebol venezuelano. A casa do Deportivo Táchira fica em uma arborizada área da cidade de San Cristóbal e lota para celebrar o futebol aurinegro.

Na frente do templo, uma placa comemorativa estampa os nomes dos fundadores do clube: Gaetano Greco, Fantino Capoccione, Agustín Carnevale, Lino Mulazzi, Francisco “Paco” Méndez, Mario Palaveccino, Alfonso López, Gregorio González Lovera, Luis Moret, Germán Pineda Romero, Orlando Maldonado, Rafael Galvis, Aurelio Ontiveros, Luis Trejo e Enrique Dugarte.

Ao longo dos anos, o estádio passou por várias reformas, mas nenhuma que se compare com a remodelação de 2007, quando a casa do Deportivo Táchira recebeu a Copa América Venezuela. A partir de então, o estádio passou a ter capacidade para cerca de 40 mil pessoas e uma moderna estrutura. Como anuncia o site do clube, a obra transformou o Templo Sagrado na nova fortaleza do Carrossel Aurinegro.





© 2018 PLAY ENTRETENIMENTO FUTEBOL CLUBE - Todos os direitos reservados.